sexta-feira, 18 de junho de 2010


Renova-te.
Renasce em ti mesmo.
Multiplica os teus olhos, para verem mais.
Multiplica-se os teus braços para semeares tudo.
Destrói os olhos que tiverem visto.
Cria outros, para as visões novas.
Destrói os braços que tiverem semeado,
Para se esquecerem de colher.
Sê sempre o mesmo.
Sempre outro. Mas sempre alto.
Sempre longe.
E dentro de tudo.
(Cecília Meireles)

2 comentários:

HM disse...

Ah!!!! que texto delicioso, para um final de tarde...
renovação, ser o mesmo e ser outro, renascer, abrir espaço ao novo, amar-se...para amar...

Anne Scandell fadacom disse...

Olá querida fadinha. Adorei seu novo visual. Vc sempre reinventando. Adoerei. Bjao encantado de uma fadinha que adora voar.