segunda-feira, 6 de julho de 2009

Atrás de todas as estrelas...



Tenho os pés presos no chão
Crucificado nesta esfera
Se alguém me para numa esquina
É só prá saber de minhas terras.
Tente seguir comigo um destino
Sem dinheiro e sem rumo
Se tenho carro, religião ou futuro.
Traga-me no seu corpo
Me ajude a dividir o mundo
Dê-me sua mão, dê-me sua força
Venha para lutarmos juntos.
Atrás de todas as estrelas
Existe um ideal perdido
Um Cristo morto, renascido,
Condenado e absolvido.

Com meu terno espacial
Fujo dos males radioativos.
Venha conversar comigo todo o tempo
Antes que alguém se lembre
Que eu já nasci morrendo.
Traga-me no seu corpo
Me ajude a dividir o mundo
Dê-me sua mão, dê-me sua força
Venha para lutarmos juntos
Até que um dia
Meu corpo frio seja tudo.

(
Carlos Pinto)

5 comentários:

Phoenix disse...

Passando para deixar um beijão, minha amiga.

glauce soares e meu filho Gustavo disse...

Estou passando p/ desejar um final de semana repleto de felicidade...bjs

O Profeta disse...

Ao meu querer!
Dias noites, estações esquecidas
Inventei sonhos para sonhar
Lavei mágoas, dores perdidas

Uma árvore toca as águas da lagoa
O nevoeiro faz desenhos nas cumeeiras
Um Melro negro solta um pio ao acaso
A palavra quero-te diz-se de mil maneiras


Convido-te a ver a Cor da Claridade


Doce beijo

O Profeta disse...

Este mar de fresco azul
Estas pedras sentinelas constantes
Estas ondas que adormecem nelas
Vieram do mundo em formas navegantes

O amargo das uvas verdes
Cede ao sorriso do astro rei
O doce invade os sentidos
E a ternura impõe a sua lei


Boa semana


Mágico beijo

Olavo disse...

Tem selo para você lá no blog...
Boa semana
Beijos